skip to main | skip to sidebar



sexta-feira, fevereiro 27



AC/DC Eu vou!! .

Dia 03 de Junho!!!

História

"O AC/DC foi uma das bandas que inventou o Hard rock. Tudo começou em 1973, Sydney, na Austrália, quando os irmãos Angus Young e Malcolm Young resolveram formar uma banda, no início começaram a tocar com Dave Evans nos vocais, mas ele logo deixou a banda substituido por Bon Scott, motorista da banda na época. A formação veio a se completar em 1974, com Bon Scott (vocais), Mark Evans (baixo) e Phil Rudd (bateria). Uma das marcas mais conhecidas da banda é a performance do guitarrista solo Angus Young, que utiliza um uniforme escolar nos shows, e desloca-se pelo palco com um passo próprio, conhecido pelos fãs como "duck walk". Ps: o "duck walk" é uma alusão ao grande Chuck Berry, que o Angus faz, segundo ele, porque seu irmão Malcom o tem como maior ídolo.

No ano 1975 lançaram T.N.T. e em 1976, Dirty Deeds Done Dirt Cheap. Esses dois álbuns conseguiram a atenção da mídia e conquistaram milhares de fãs. O AC/DC saiu em sua primeira turnê mundial (Reino Unido e Europa).

Let There Be Rock saiu em 1977, e mudanças ocorreram no AC/DC: saiu o baixista Mark Evans e Cliff Williams entrou em seu lugar. No ano seguinte saiu Powerage e o ao vivo If You Want Blood (You've Got It) dois grandes álbuns. Em 1979, é lançado Highway to Hell, o ultimo com Bon nos vocais. Foi graças a este album que a banda ganhou a falsa fama de satanista. Na verdade Highway to Hell é uma sátira a Stairway to Heaven do Led Zeppelin. Também era como Angus se referia a turnê do ano anterior. O single Highway to Hell chegou ao top 20 no Reino Unido e ao top 10 nos Estados Unidos.

Em 19 de fevereiro de 1980, uma péssima notícia: a trágica morte do vocalista Bon Scott, afogado em seu próprio vômito depois de ingerir bebidas alcóolicas em excesso. A perda marcou profundamente a banda. Quando tudo parecia ser o fim, os pais de Bon Scott deram a maior força para o AC/DC continuar, afinal eles eram uma banda jovem e tinham muito para oferecer. Então, Brian Johnson foi convidado por Malcolm e Angus Young que assistiram um show com o antigo vocalista Bon Scott e que Brian Johnson estava se apresentando com sua banda, Geordie. Brian Johnson chegou atrasado na audição onde foi escolhido como novo vocalista. O motivo? Estava jogando sinuca com seus amigos e perdeu a hora. Quando ele explicou o mmotivo do atraso, Malcon e Angus pensaram: "Ao menos ele gosta de Sinuca!". Quando Brian começou a cantar, o sorriso renasceu nos rostos de Angus e Malcon pela primeira vez desde a morte de Scott. No mesmo ano, porém, o AC/DC voltou com tudo, lançando Back in Black, álbum que foi uma homenagem (até no nome) à Bon, vendendo mais de 20 milhões de cópias só nos E.U.A. na época de seu lançamento. Back in Black é hoje o segundo disco mais vendido da história (42 milhões de cópias), só perdendo para Thriller (54 milhões de cópias), de Michael Jackson.

Em 81, For Those About to Rock (We Salute You) foi lançado e na sequência, não devendo absolutamente nada ao anterior Back in Black. Em 1983 é gravado Flick of the Switch, onde a banda sofreu outra mudança: Rudd deixou a banda por problemas de alcolismo e drogas e foi substituído por Simon Wright, um garoto de 20 anos. Com esta formação foram lançados mais três albuns, Fly on the Wall de 1985, Who Made Who em 1986 e Blow Up Your Video em 1988. Em 1989 Simon deixou o AC/DC para tocar com Ronnie James Dio, sua saída foi amigável e em seu lugar entrou Chris Slade. Até o início dos anos 90, o AC/DC vendeu mais de 80 milhões de álbuns em todo o mundo!

No ano seguinte, a banda ganhou o Grammy de melhor álbum de Hard Rock com o album The Razor's Edge de 1990. Em 1992 foi lançado o album Live, gravado em agosto de 1991, no Castle Donnington. O álbum Ballbreaker de 1995 contou com a volta do baterista Phil Rudd. Em novembro de 1997 saiu um box com 5 CD's, intitulado Bonfire, um tributo a Bon Scott.

Finalmente, em 2000, a banda lança seu mais recente álbum, "Stiff Upper Lip", cuja faixa-título chega ao primeiro lugar nas paradas das rádios americanas. O álbum torna-se sucesso absoluto de vendas, e consegue inclusive chegar ao topo do podium da Billboard.

Em 2004 o vocalista do grupo Brian Johnson assinou as canções de um musical sobre Helena de Tróia trazendo Dolores O'Riordan, do Cranberries no papel principal. O disco “Back in Time” relançado em 2003, conquistou o prêmio da Associação da Indústria Fonográfica nos Estados Unidos, depois de ter vendido mais de 20 milhões de cópias.

Em 2005 o grupo colocou nas lojas o DVD duplo “Family Jewels” e anunciou seu retorno aos estúdios em breve para as gravações da próxima bolacha da carreira.

Em 2007 é lançado outro DVD, Plug me In que já bateu diversos recordes de vendas desde seu lançamento.

Os fãs esperam ansiosamente seu retorno em 2008, após 8 anos de jejum, sem nenhum album novo. Alguns integrantes da banda já disseram que algo novo sai em julho deste ano, mas nada confirmado por Malcolm Young. Devemos esperar sua palavra final.

Nome

É comumente dito que o nome significaria "Alternating Current/Direct Current" (ou, traduzindo para o português, Corrente Alternada/Corrente Contínua). Tal nome teria sido achado na placa existente atrás de uma máquina de costura (que deveria ser provida de um motor universal) de Margaret Young, irmã de Angus e Malcolm, que dão suporte à teoria.

Os membros do AC/DC dizem que não sabiam da conotação bissexual que o termo carrega, já que ele significa um aparelho elétrico que pode ser ligado em duas formas diferentes de corrente.

Algumas figuras religiosas, no entanto, postulam que o significado da sigla advém de "Anti Christ/Devil's Children" ou Anti-Cristo/Filhos do Demônio, querendo taxar o grupo musical de ser ligado ao satanismo, uma vez que repudiavam o rock pesado e a atitude do grupo, que não estava de acordo com o conservadorismo religioso defendido por estes. A banda nega veementemente essa origem para o nome.

Atividades recentes

Em 2002 a revista Q nomeou o AC/DC como uma das "50 Bandas que Você Precisa Ver Antes de Morrer".

Em 2003 a RIAA atualizou o número de álbuns vendidos pela banda, aumentando o montante de 46,5 milhões para 68,3 milhões, fazendo do AC/DC o quinto grupo de rock que mais vendeu na história musical dos EUA, atrás somente dos Beatles, Led Zeppelin, Pink Floyd e The Eagles.

Em março de 2003 a banda foi incluída no Hall da Fama do Rock And Roll, se apresentando no Waldorf Astoria Hotel de Nova Iorque. Nesse mesmo ano, o clássico de 1980, Back In Black, é considerado o disco de rock mais vendido de todos os tempos com incríveis 43 milhões de cópias vendidas ao redor do planeta. Na classificação geral, Back In Black só foi superado pelo álbum Thriller de Michael Jackson que já vendeu algo em torno de 56 milhões de cópias.

No dia 1 de outubro de 2004 a rua Corporation Lane de Melbourne foi renomeada oficialmente para ACDC Lane em homenagem à banda (nomes de rua na cidade de Melbourne não podem conter o caractere "/") no local aonde foi gravado o clipe de 1975 "It's a Long Way To The Top".

No dia 11 de novembro de 2006 Angus Young, guitarrista do AC/DC, figurou em 33º lugar numa lista com 500 pessoas denominadas como as mais ricas dos Países Baixos (região comumente conhecida como Holanda). Embora Angus tenha nascido na Escócia, ele vive na localidade de Gelderland em Aalten.

Integrantes

Membros actuais

* Angus Young (guitarra solo) desde 1973
* Malcolm Young (guitarra base) desde 1973
* Brian Johnson (vocais) desde 1980
* Phil Rudd (bateria) 1975-1983 e desde 1994
* Cliff Williams (baixo) desde 1977

Ex-membros

* Bon Scott (vocais) 1974-1980
* Mark Evans (baixo) 1975-1977
* Simon Wright (bateria) 1983-1989
* Chris Slade (bateria) 1989-1994
* Dave Evans (vocais) 1973-1974
* Paul Matters (baixo) 1975
* Larry Van Kriedt (baixo) 1973-1974 1975
* George Young (baixo) 1974-1975
* Tony Currenti (bateria) 1974-1975
* Peter Clack (bateria) 1974-1975
* Rob Bailey (baixo) 1974-1975
* Noel Taylor (bateria) 1974
* Neil Smith (baixo) 1974
* Colin Burgess (bateria) 1973-1974

Outros

* Dennis Laughlin (vocais) 1973-1975 (?), era manager da banda, substituía Dave Evans ocasionalmente.
* B. J. Wilson (bateria) 1983, ex-baterista da banda Procul Harum, foi trazido para terminar o trabalho de Phil Rudd que tinha deixado a banda durante as gravações do álbum Flick of the Switch, mas seu trabalho não foi usado.
* Stevie Young (guitarra base) 1988, tocou na tourneé Blow Up Your Video substituindo seu tio Malcolm Young que estava se tratando por alcoolismo naquele período.
* Paul Greg (baixo) 1991, substituiu o baixista Cliff Williams durante um breve peíodo durante a fase americana da tourneé daquele ano.

Discografia

* 1975 - High Voltage (Austrália)
* 1975 - T. N. T. (Austrália)
* 1976 - High Voltage
* 1976 - Dirty Deeds Done Dirt Cheap (Austrália)
* 1976 - Dirty Deeds Done Dirt Cheap (relançado nos EUA em 1981)
* 1977 - Let There Be Rock
* 1978 - Powerage
* 1978 - If You Want Blood You've Got It (ao vivo)
* 1979 - Highway to Hell
* 1980 - Back In Black
* 1981 - For Those About to Rock (We Salute You)
* 1983 - Flick of the Switch
* 1984 - '74 Jailbreak
* 1985 - Fly on the Wall
* 1986 - Who Made Who (trilha sonora do filme Maximum Overdrive de Stephen King)
* 1988 - Blow Up Your Video
* 1990 - The Razors Edge
* 1992 - Live
* 1995 - Ballbreaker
* 1997 - Bonfire (tributo a Bon Scott)
* 2000 - Stiff Upper Lip
* 2005 - Family Jewels
* 2007 - Plug Me In

Fonte: Wikipedia"

4 Comentários:

Sad Tear disse...

eu tb ia.... mas n posso...

Xana disse...

Não podes? PorquÊ?

LUÍS disse...

eu nao vou ver os AC/DC, mas vou ao concerto do Lenny kravitz.

Anónimo disse...

Gostei de ver, e de ler, continua!