skip to main | skip to sidebar



segunda-feira, outubro 5



Sem saudades...

Em tempos tive uma amgia que fazia anos hoje.

A festa era sempre longe de Lisboa, e uma doideira com algum (muito) alcool à mistura..

Aconteciam coisas escabrosas no fim das festas...

Como a mãe dela acordar toda a gente para saber da filhinha que tinha desaparecio.

Desaparecido? Não... Queria era fazer o que lá lhe apetecesse. E a culpa de quem era?

Dos amigos... Porque quando o sol começava a nascer decidiamos ir para casa dormir... E a rapariga achava que não... E quem apanhava sempre grande ralhete eramos nós... E não a dita menina...

Sem saudades!!!

3 Comentários:

£uís disse...

Consideras isso uma amiga?

Xana disse...

Para LUÍS --> Se repares no título, diz Sem Saudades... Logo... Dá para perceber que me afastei de tal pessoa.

Anónimo disse...

As mães por vezes exageram..
No entanto quem não deve não teme.