skip to main | skip to sidebar



sexta-feira, outubro 24



Trabalho

Evito falar de trabalho...

Gosto do que faço.

Mas tenho um coleguinha, com o qual cortei relações... Falo com ele o estritamente necessário. Digo "Bom dia" porque sou bem educada, e se possível não volto a dirigir lhe a palavra.

As coisas chegaram a este ponto após várias vezes de o senhor me tentar entalar... Ele nunca gostou que eu viesse trabalhar para aqui. Já nos conheciamos, já tinhamos trabalhado todos juntos... E ele sabia que comigo ele ía piar fininho... Porque não lhe ía amparar os golpes...

Já conhecia a disposição nula que o senhor tinha para trabalhar...

Cada vez mais, o senhor faz menos...

Eu não sou queixinhas, nem conto a quem de direito o que vejo, ouço e percebo... Mas cada vez mais me começa a enervar...

O senhor adormece no local de trabalho... Adormecer com direito a ressonar e tudo..
O senhor passa tardes inteiras a jogar e a ver filmes...
O senhor como tem uma vida da treta gosta de saber da vida dos outros que lê as conversas de messenger e os mails das restantes pessoas da empresa.
O senhor tem o Pc de trabalho carregadinho de jogos e videos pornográficos.
O senhor não é capaz de dar opinião... "O que achares por mim está bem" (Se não tem opinião, nunca pode ser acusado de nada...)
O senhor não faz nada. Para além de não fazer, ainda consegue atrapalhar quem faz.
O senhor mexe nos objectos pessoais dos outras quando está sozinho no escritório. E depois diz " Estive a ver a tua máquina fotográfica...Quero comprar uma e estive a ver essa... " (Mas porque raio não pediu para ver enquanto eu estava? aproveitou 5 minutos que fui tomar café para cuscuvilhar....)

Podia continuar a enumerar as 'qualidades' do senhor... Ou contar cada episódio que me levou a dizer lhe... "Faz-me um favor... E não voltes a falar comigo" Ele por várias vezes tentou falar comigo, mas não gosto de gente mal formada.

2 Comentários:

LUÍS disse...

Esse senhor é um verdadeiro FP

Xana disse...

PARA LUÍS --> Já Não comento as atitudes dele... Mas um dia destes ainda me salta a tampa e digo - lhe umas verdades na tromba...